Um pouco mais sobre a Borgonha

Os vinhedos da Borgonha são belos e complexos. Ao longo dos séculos, a Borgonha foi dividida e subdividida entre famílias, de modo que muitos vinhedos têm múltiplos proprietários. Muitos deles comercializam seus próprios vinhos, outros muito pequenos se unem com outros e formam associações para vendas, enquanto outros vendem a grandes négociants, que envelhecem, fazem os cortes e comercializam o vinho com suas marcas próprias. Na verdade a Borgonha é um misto disso tudo, tem um clima imprevisível, sendo cada safra uma bela surpresa.

Já os seus vinhos podem ser surreais! Eu amo o Pinot Noir da Borgonha , cada gole é uma incrível descoberta. A maioria traz na garrafa o feminino. No ano passado eu fiz uma degustação sensorial em que uma aluna me disse ter sentido uma mulher passar atrás dela enquanto degustava e ela estava certa sobre a intuição. Outra uva ícone desta região e que vale a pena cada taça é o vinho branco da uva chardonnay, que traz expressividade, leveza e frescor.

Vale fazer uma visita se você estiver em Paris para a capital que é Beaune. O trajeto é bem tranquilo e você deverá percorrer aproximadamente 252 Km de pura paisagem até chegar ao paraíso dos vinhos.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.