Um mercado em permanente mudança

01

Nascido na Itália no ano 23, o historiador e filósofo Plínio disse certa vez que “única certeza é que não existe certeza”. Se a frase do filósofo romano pode ser compreendida nos mais variados sentidos, compreende-la dentro da realidade do segmento de luxo nos ajuda a entender o panorama atual do mercado.

Basta pensarmos, por exemplo, no segmento turístico. A cidade de Paris, sempre foi um destino preferencial quando o assunto são as viagens de alto padrão. Entretanto, os trágicos ataques terroristas que vitimaram a cidade há alguns anos foram responsáveis por uma retração na atividade turística.

O mesmo pode ser aplicado à questão tecnológica. Pensar que as principais marcas e grifes do mundo, atualmente, precisam utilizar a tecnologia e suas ferramentas como estratégia fundamental de seus negócios, com certeza, não era uma realidade ou nem sequer uma tendência há algumas décadas passadas.

Na semana passada, uma notícia agitou os segmentos de moda e de luxo e ressaltou que as mudanças são as únicas certezas da vida. O anúncio da saída de Christopher Bailey da Burberry no primeiro trimestre de 2018 provocou uma grande repercussão no mercado, mas, acima de tudo, destacou a ideia de que nada é eterno e, principalmente, ninguém é insubstituível.

Bailey é, atualmente, um dos nomes mais consagrados do universo fashion e sua contribuição foi fundamental para a Burberry ser uma das grifes com maior prestígio no planeta. Entretanto, por razões que neste caso não é necessário levar em consideração, o ciclo do estilista na grife britânica está se encerrando.

A saída de Christopher Bailey, sem sombra de dúvidas, encerra um período de grande criatividade e inovação na história da marca e do segmento de moda. E para os profissionais, e gestores, que atuam no segmento, o recado é claro: tudo sempre muda e é fundamental estar preparado para superar os desafios e conquistar os objetivos.

Crédito da imagem: Reprodução Burberry.

Leave a Reply

Your email address will not be published.