Um mercado em crescimento

1

A democratização é uma das tendências mais fortes do segmento de luxo. E um dos elementos mais evidentes dessa nova realidade é justamente o fato de que os produtos são produzidos visando os mais diversos públicos, sem nenhum tipo de distinção.

E para comprovar que as marcas de alto padrão e o público estão em sintonia, o segmento de roupas para crianças e pré-adolescentes fechou o ano passado com um saldo positivo. Vale destacar que enquanto o setor têxtil registrou uma queda de mais de 5% nas vendas, o nicho voltado ao público infantil cresceu 0,5%.

Um dos diferenciais que vem chamando a atenção dos papais e mamães é que os empresários e as marcas apostam cada vez mais na personalização das roupas e na produção de itens que unem conforto e requinte.

2

As vendas através das plataformas online também tiveram papel decisivo nos bons resultados. Através dos sites especializados e aplicativos de compra, os clientes brasileiros entraram em contato e compraram produtos das principais marcas do mundo através do comércio virtual.

O potencial do setor é tamanho que de acordo com o Sebrae investir nesse mercado é amplamente vantajoso uma vez que o “consumidor nessa faixa etária está em fase de crescimento, existe uma demanda constante para o setor de vestuário”.

E assim como é uma característica da infância e da adolescência, o constante crescimento também é uma realidade no mercado da moda infantil.

Crédito das imagens: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.