Um ano para celebrar

Do ponto de vista econômico, o Brasil e muitos países do mundo passaram por momentos de instabilidade no ano passado. Diversos setores entraram em recessão e tiveram que se adaptar a uma realidade bem diferente daquela planejada.

Entretanto, as empresas e marcas que atuam no mercado de luxo, de acordo com os dados de um estudo recentemente publicado pela empresa de consultoria Bain & Company, tem muitos motivos para celebrar, já que o segmento cresceu 5% em 2017 atingindo uma movimentação total de aproximadamente 1,4 trilhão de dólares.

Para as marcas mais icônicas que possuem lojas e produtos distribuídos em praticamente todos os continentes, a boa notícia é que o crescimento se deu de forma bem generalizada, englobando as mais diversas regiões. Como não poderia ser diferente, a China novamente foi responsável por grande parte desse aumento, com um público cada vez mais interessado nas aquisições de bens de alto padrão.

Na foto que abre a matéria, destaque para bom desempenho do segmento de carros de luxo. Acima, o registro do crescimento de 6% no setor de artigos pessoais, que engloba produtos como roupas, sapatos, bolsas, relógios e joias.

Outra informação bastante significativa indicada na pesquisa é que a geração Y, ou os chamados millennials, foram responsáveis por 38% das vendas de artigos premium em todo o mundo, aumentando ainda mais sua participação neste mercado.

O e-commerce, mais uma vez, teve papel importante nas receitas das empresas de luxo. As vendas online cresceram 24% em relação ao ano anterior e, novamente, muito desse avanço se deve a participação das gerações mais novas e ao uso intensivo de computadores e da internet.

Um dos setores mais tradicionais da indústria do luxo, o de artigos pessoais, que engloba produtos como roupas, sapatos, bolsas, relógios e joias, foi destaque no ano que se encerrou, com um crescimento na ordem de 6% e um faturamento total superior a 260 bilhões de euros. Mas, o grande destaque ficou no setor automotivo. A comercialização de carros de luxo foi, sem dúvidas, um dos pontos alto do setor de alto padrão em 2017.

Dentro do setor turístico, o destaque de 2017 ficou por conta dos cruzeiros de alto padrão, que aumentaram em 14%.

E em um ano bom para o setor de luxo, é impossível deixar de fora o turismo. As vendas de cruzeiros registraram um crescimento de 14% e os serviços de hotelaria e hospedagem subiram mais de 4%.

Uma das principais conclusões do relatório é que nos próximos anos o mercado deve manter o ritmo de crescimento. Embora os índices ainda sejam menores do que há alguns anos, o segmento de alto padrão está retomando suas ações e, cada vez mais, proporcionando aos clientes e consumidores de todo o mundo as mais incríveis e inesquecíveis experiências.

Crédito das imagens: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.