Roteiros digitais

00

Ninguém duvida que os brasileiros sejam apaixonados pelas redes sociais. Nós somos os principais usuários de redes sociais da América Latina, seguido por México e Argentina. Em 2016, mais de 93 milhões de brasileiros usaram as redes para ler notícias, conversar com amigos e trocar informações.

Um estudo conduzido pela Amadeus que traçou o perfil do viajante latino-americano mostra que 48% dos brasileiros também usam as redes sociais para planejar suas viagens, acima dos 43% que o fazem na América Latina. Entre os que as utilizam durante todo o processo da viagem (pré, durante e pós), a preferência é pelo Facebook, com 87% de adoção, seguido pelo Whatsapp, com 85%, e Instagram com 52%.

“Estes números são o reflexo das mudanças que a internet trouxe para o turismo. Os viajantes, acompanhados de novas tendências, hábitos e comportamento de compra, estão remodelando o sistema global de viagens. Eles trazem novos desafios para a indústria, mas também oportunidade e mercado para as agências de viagem trabalharem”, explica Paulo Rezende, Country Manager da Amadeus Brasil.

De acordo com o estudo realizado pela Amadeus 48% dos brasileiros também usam as redes sociais para planejar suas viagens

De acordo com o estudo realizado pela Amadeus 48% dos brasileiros também usam as redes sociais para planejar suas viagens

O smartphone é o principal meio utilizado pelos viajantes brasileiros antes, durante e depois das viagens. Os viajantes usam o smartphone para auxiliá-lo nos roteiros, para consultar o clima e para escolher atividades e restaurantes. Dentre as funções oferecidas pelos smartphones, o serviço de mensagem é o mais utilizado, sendo aproveitado por 73% dos usuários. O uso de redes sociais também conta como uma parcela significativa do tempo gasto nos celulares: 62% dos viajantes utilizam o aparelho para compartilhar suas experiências nas redes sociais.

Esses novos perfis de viajantes, acompanhados de novas tendências, hábitos e comportamento de compra, irão remodelar o sistema global de viagens e trazer novos desafios para a indústria, que se tornará cada vez mais complexa e interligada. Entender o que esses clientes realmente querem é crucial para sustentar o sucesso do negócio a longo prazo.

Crédito das imagens: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


Digital routes

00

No one doubts that Brazilians are passionate about social networks. We are the main users of social networks in Latin America, followed by Mexico and Argentina. In 2016, more than 93 million Brazilians used the networks to read news, talk to friends and exchange information.

A study conducted by Amadeus that traced the profile of Latin American travelers shows that 48% of Brazilians also use social networks to plan their travel, up from 43% in Latin America. Among those who use them throughout the travel process (pre, during and post), the preference is for Facebook, with 87% adoption, followed by Whatsapp with 85%, and Instagram with 52%.

“These numbers are a reflection of the changes that the internet has brought to tourism. Travelers, accompanied by new trends, habits and buying behavior, are reshaping the global travel system. They bring new challenges for the industry, but also opportunity and market for travel agencies to work, “explains Paulo Rezende, Country Manager of Amadeus Brazil.

De acordo com o estudo realizado pela Amadeus 48% dos brasileiros também usam as redes sociais para planejar suas viagens

De acordo com o estudo realizado pela Amadeus 48% dos brasileiros também usam as redes sociais para planejar suas viagens

The smartphone is the main means used by Brazilian travelers before, during and after travel. Travelers use their smartphone to assist them with itineraries, to check the weather and to choose activities and restaurants. Among the functions offered by smartphones, the message service is the most used, being used by 73% of users. The use of social networks also accounts for a significant portion of the time spent on cell phones: 62% of travelers use the device to share their experiences on social networks.

These new traveler profiles, coupled with new trends, habits and buying behavior, will reshape the global travel system and bring new challenges to the industry, which will become increasingly complex and interconnected. Understanding what these customers really want is crucial to sustaining business success in the long run.

Leave a Reply

Your email address will not be published.