Resenha: Dolores – Uma mulher, dois amores

1

Em cartaz nos cinemas brasileiros, o filme Dolores – Uma mulher, dois amores conta a história de uma mulher de descendência escocesa que retorna à Argentina depois da morte de sua irmã para cuidar de seu sobrinho de oito anos. E é em terras argentinas que Dolores vai descobrir o amor e a paixão. Ou melhor, dois amores e duas paixões.

A produção utiliza como pano de fundo para a história de amor a Segunda Guerra Mundial, mais especificamente uma época em que os ecos do conflito ficaram mais próximos e a disputa global entre alemães e ingleses começou a se tornar pessoal.

O filme, que é uma coprodução Brasil/Argentina, foi dirigido pelo argentino Juan Eduardo Dickinson e tem no elenco os atores brasileiros Roberto Birindelli e Jandir Ferrari e os atores argentinos Emilia Attias, Guillermo Pfening e Mara Bestelli.

Um detalhe que ajuda a contar a história de forma ainda mais envolvente é o apuro do figurino utilizado pelos personagens. O trabalho é de autoria de Pepe Uria, ganhador do prêmio da Associação de Críticos Argentinos pelo seu figurino para o filme Amapola, realizado em 2015. Para a personagem principal Dolores, interpretada pela atriz Emillia Attias, Uria desenvolveu 20 figurinos inspirados em filmes dos anos 40.

Para quem gosta de música de qualidade e é fã dos compositores brasileiros, o filme é uma ótima recomendação, já que a trilha sonora foi composta por Leo Gandelman. Com mais de 500 mil discos vendidos até hoje e 30 anos de carreira, o artista é hoje um dos mais influentes músicos brasileiros, um ícone da nossa boa música.

Confira, abaixo, o trailer do filme.

4 Responses

Leave a Reply

Your email address will not be published.