Resenha: Aliados

1

O diretor Robert Zemeckis é um dos mais criativos e respeitados profissionais do cinema norte-americano. Autor de produções como Forrest Gump – O Contador de Histórias e da famosa trilogia De Volta o Futuro, Zemeckis é um daqueles profissionais que conquistou o direito de fazer somente aquilo que lhe dá vontade.

Em Aliados, seu novo filme que estreia hoje nos cinemas brasileiros, o diretor se une à Brad Pitt e Marion Cotillard para contar uma história de amor ambientada na época da Segunda Guerra Mundial.

A trama do filme tem início em Casablanca, no Marrocos, onde os espiões Max Vatan, papel de Pitt, e Marianne Beausejour, interpretada por Cotillard, se apaixonam após uma bem sucedida missão contra os nazistas.

2

A paixão iniciada em plena zona de guerra, vira um amor que ultrapassa as barreiras. Os dois se casam, tem filhos e vivem uma espécie de conto de fadas. Tudo fica diferente quando, muit tempo depois, sua mulher torna-se suspeita de manter uma conexão com os alemães. Tentar provar a inocência da mulher amada ou saber que foi enganado pelo grande amor de sua vida passa a ser a obsessão do soldado.

Embora a produção cinematografia sobre a Segunda Guerra Mundial tenha produzido filmes mais bem acabados, a produção é tem muitas qualidades que vão da bela fotografia, passam pela atuação segura de seus protagonistas e finaliza em um roteiro bem amarrado que prende as atenções do espectador durante as mais de duas horas de projeção.

A grande questão que o filme tenta responder é se realmente no amor e na guerra vale tudo. Para saber a resposta, basta ao cinema.

Confira abaixo o trailer de Aliados.

Leave a Reply

Your email address will not be published.