Os destinos do ano

Já estamos praticamente na reta final do terceiro mês do ano. Entretanto, para os apaixonados pela descoberta de lugares e experiências novas, nunca é tarde para viajar. Se você ainda está sem um roteiro definido, conheça os dez destinos que a Lonely Planet, maior editora de guias de viagem do mundo, divulgou como os melhores para 2018.

Para a seleção dos roteiros foram levados em consideração fatores como atualidade, surpresa e empolgação que os lugares proporcionam aos viajantes. Além disso, para serem indicados como destinos para o ano seguinte, os locais precisam oferecer aos turistas experiências incríveis, eventos especiais e coisas novas para ver e fazer.

Chile

O Chile ganhou o primeiro lugar na lista por conta da diversidade de suas belezas naturais. Cercado pelos Andes de um lado e do Oceano Pacífico do outro, tem entre suas belezas o deserto do Atacama e a Patagônia. Das vinícolas a sua capital, Santiago, há muito que conhecer.

Coréia do Sul

Escolhida por ser uma representante do melhor que a modernidade asiática pode oferecer, sua capital recentemente ganhou um parque suspenso chamado Seoul-lo 7017, nos moldes do High Line de Nova York, cheio de cafés, bares e livrarias. Das cidades ultramodernas às montanhas cheias de templos e histórias, a Coréia é um prato cheio.

Portugal

Por muito tempo tido como o patinho feio da Europa, Portugal despontou nos últimos anos como um centro cultural, artístico e gastronômico mundial. A abertura de novos museus, micro cervejarias e restaurantes estrelados ajudaram neste movimento. Além de mais em conta na comparação com os países do continente, é repleto de belezas naturais e locais históricos.

Djibouti

O pequeno e quase desconhecido Djibouti ganhou o quarto posto na lista pelo efeito dramático. Isso porque o país será dividido em pedaços, já que está em cima de três placas tectônicas diferentes. Mas calma, que ainda dá tempo! Seus cenários vão desde praias paradisíacas a desertos que se assemelham a Marte.

Nova Zelândia

Um dos primeiros países a atrair turistas aventureiros graças às “Great Walks”, um conjunto de nove trilhas que fazem os visitantes desbravarem as belezas naturais das ilhas, a Nova Zelândia está prestes a ganhar mais uma grande trilha. Chamada de Paparoa Track and Pike29 Memorial Track, ela será uma trilha para ser percorrida em alguns dias na Ilha do Sul, de onde os turistas poderão apreciar a costa oeste da região.

Malta

Os mais de 300 dias de sol por ano que Malta tem já bastariam como justificativa para este pequeno arquipélago mediterrâneo estar na lista de desejos de qualquer viajante. Como se não bastasse, as ilhas estão cheias de tesouros, como fortificações do século 17, catacumbas, templos pré-históricos e túneis.

Geórgia

Há cem anos este pequeno país foi declarado um estado independente durante a Revolução Russa e o centenário é apenas um dos motivos para a Geórgia aparecer na lista, segundo o Lonely Planet. Progressistas, mas sem abrir mão das tradições, o contraste entre o moderno e o histórico é uma constante.

Ilhas Maurício

Esta ilha paradisíaca no meio do Oceano Índico oferece muito mais que belas praias e resorts de luxo. Esportes aquáticos, atividades ao ar livre, belezas naturais e barreiras de corais estão entre seus atrativos. A uma curta distância de voo da África do Sul, é boa opção para quem não quer até a Polinésia Francesa, por exemplo.

China

Este país de dimensões continentais e o mais populoso do mundo, começa aos poucos a abrir suas portas para cada vez mais visitantes descobrirem suas maravilhas. Além das belezas naturais, as grandes cidades também são atrativos para os visitantes. Nos últimos anos o país investiu pesado no turismo e na infraestrutura e inaugurou novas linhas de trens expressos.

África do Sul

Todo mundo já ouviu falar das belezas da África do Sul: praias paradisíacas, vida selvagem, montanhas encantadoras e vinhos de excelente qualidade. Como se isso tudo não bastasse para colocar o país na lista, neste será celebrado o centenário de seu filho mais famoso: Nelson Mandela.

Crédito das imagens: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.