O mercado volta a crescer

1

Os últimos tempos não foram os mais felizes para o setor empresarial no Brasil e no mundo. Os resultados especialmente em 2016 se mostram tão abaixo do espero que nem mesmo as principais marcas globais registraram grandes êxitos comerciais. De forma geral, que não contabilizou perdas, teve motivos para comemorar.

Por isso, a expectativa para este ano cresceu de forma consistente. E, pelo menos até o momento, o cenário parece bem interessante. Aqui no Terapia do Luxo, por exemplo, já tivemos a oportunidade de noticiar o bom desempenho do mercado de alto padrão em diversas regiões do globo.

Há alguns dias, abordamos o bom momento do segmento imobiliário em Portugal. Nesta semana, o assunto foi o excelente resultado das dez maiores marcas do mundo no mercado chinês. De acordo com uma das mais respeitadas empesas de consultoria financeira, a expectativa na maior potência do oriente é que crescimento comercial seja na ordem de 26% em relação ao ano passado.

No Brasil, certamente, a previsão não é tão otimista, entretanto é possível perceber que existe uma nova movimentação no mercado. Embora a instabilidade política ainda esteja longe de ser totalmente resolvida e isso impacte de forma direta o setor econômico, as empresas e marcas de luxo estão confinantes que o mercado volte a crescer.

Nas últimas semanas tive a oportunidade de viajar por várias capitais de norte a sul do país e percebi claramente que as pessoas voltaram a encarar de forma positiva o mercado e, na medida do possível, estão novamente valorizando a experiência proporcionada pelos bens de alto padrão.

Prever com exatidão o futuro é impossível, mas acreditar no potencial de crescimento do mercado é uma ação verdadeiramente concreta em busca do retorno do desenvolvimento econômico.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.