O luxo no verão europeu

Pois bem, passamos pela temporada de verão mais luxuosa que a moda mundial pode esperar: a semana de alta-costura de Paris. Os quatro dias mais quentes do verão europeu em termos de roupas e acessórios caros, raros, feitos sob medida. No nosso Snapchat, mostrei algumas passagens ao vivo das festas, desfiles e apresentações, viram? Se não, eu conto aqui um pouco.

O luxo do inverno 2016/17 se chama liberdade. Temos uma alta-costura que pode ser usada a qualquer hora do dia. Alguns estilistas ainda criam vestidos longos, bordados para as mil e uma noites e também espetáculos que vestem Beyoncé, Madonna. Isso é o luxo absoluto. Eles não podem nem ser copiados, são horas e horas de trabalho manual e artístico. Temos algumas marcas e estilistas que resolveram investir naquilo que pode ser usável no dia-adia-dia e ainda impossível de copiar e altamente luxuoso.

O ano tem se mostrado bem forte nesse caminho do não às cópias. A Hugo Boss não faz alta-costura, mas tem uma linha sob medida de sapatos que são impossíveis de copiar. Você entra no site ou vai à loja e encomenda as sandálias com salto em madeira banhadas em acrílico feitas à mão e únicas. Uma boa sacada para oferecer o verdadeiro luxo que consiste na exclusividade.

Sobre a moda e o luxo tem ainda muito a dizer: o desfile da Fendi na Fontana di Trevi. A criação de Pierre Cardin aos 94 anos. O estilista de origem italiana, mas considerado francês é um bilionário do mercado da moda, gastronomia e proprietário de imóveis que fazem parte do patrimônio histórico da França, lançou sua coleção 2016 em um petit-comitê no Sul da França. Mesmo não precisando, ele continua desenhando e nos levou até o Castelo que pertencia ao Marques de Sade nos Alpes da Côte d’Azur para nos brindar com seu sucesso e vanguardismo. Ele é um dos precursores do futurismo na moda e continua na rota. Sucesso e luxo unidos.

Depois tivemos as coleções de joias lançadas nas joalherias da Place Vêndome, onde o Ritz vem de reabrir suas portas. Um lugar-símbolo do luxo parisiense e do mundo. Lá vimos colares, braceletes, brincos, anéis, tudo custando no mínimo 500 mil euros. Diamantes de tamanhos quase inimagináveis. Um sonho para muitos. Uma realidade para poucos. O luxo ao alcance dos olhos, mas longe do poder de compra da grande parte dos seres humanos que habitam o planeta terra. Ficam aqui alguns registros desses momentos que eu compartilho com vocês nessa coluna exclusiva para o Terapia do Luxo. Mês que vem tem mais. Merci beaucoup!

Crédito das fotos: Ana Clara Garmendia

CENASDEALEXISMABILLE

Cenas de Alexis Mabille

Vestido de alta-costura de Alexis Mabille: puro romantismo em peças para princesas, atrizes e primeiras-damas. Horas de trabalho de artesãos franceses que garantem o absoluto luxo de criações que não podem ser copiadas. A alta-costura é sob encomenda e sob medida.

LUXONADIOR

Luxo na Dior

Cliente de alta-costura da Dior na saída do desfile que aconteceu na maison-mãe da marca em Paris, Avenue Montaigne. Mãe e filha vestem peças luxuosas e raras. O estilo de vestir da aristocracia inglesa pós-guerra ganha força.

 PIERRECARDIN

Pierre Cardin

Aos 94 anos, Pierre Cardin brinda o sucesso de mais de 60 anos de uma carreira voltada para o vanguardismo, o empreendedorismo e o mercado do luxo gastronômico.

LUXOVISÍVEL

Luxo visível

Nas portas dos desfiles, fashionistas aproveitam para desfilar suas peças caras como as da Chanel. Um luxo que desceu para as ruas e que se faz vivo graças ao imenso desejo que a marca cria a cada coleção lançada. 

One Response

  1. Virtual Private Server

    Dicas de destinos para o verao europeu Meio do ano e sinonimo de friozinho aqui no Brasil, mas de MUITO CALOR na Europa. Os meses de maio a setembro sao os melhores para conhecer destinos do velho continente, principalmente os que tem praia.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.