O luxo londrino muito além da moda

Nos últimos anos têm sido amplamente veiculado na imprensa internacional matérias e reportagens que abordam os bons resultados do segmento imobiliário de luxo em Londres. Em 2016, o índice de crescimento chegou a 40%, o que representou um aporte no mercado de aproximadamente 110 bilhões de dólares.

Os imóveis têm atraindo tanto a atenção na capital inglesa que, de acordo com informações recentemente divulgadas pela Airbnb, Londres é a cidade mais procurada pelos usuários da plataforma que desejam viajar. De acordo com o site, existem na cidade mais de 60 mil acomodações disponíveis para os turistas e viajantes que desejam conhecer a sede de um dos impérios com maior tradição da história contemporânea.

Se aos olhos de muitos a principal ligação de Londres com o universo do alto padrão ainda é o fato da cidade ser considerada uma das capitais mundiais da moda, a realidade mostra-se bem diferente. O segmento imobiliário e a indústria turística têm registrado sistematicamente bons resultados, fazendo da sede do império britânico um destino preferencial para quem deseja investir e fazer bons negócios.

A amplitude do segmento de luxo londrino pode servir como referência para mercados mais tradicionais, como é o caso do brasileiro, no sentido de estabelecer uma espécie de caminho inverso.

Se o nosso país possui destinos turísticos amplamente conhecidos e desejados em todo mundo, uma boa estratégia é unir esse interesse internacional e associá-lo a segmentos de mercado com grandes oportunidades de crescimento. A democratização, mais do que nunca, é um dos conceitos chaves do mercado de luxo e utilizar a ideia para desenvolver o setor pode se tornar um fator decisivo para o alavancamento definitivo do setor no país.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.