O luxo de trabalhar em casa

luxury-home-office-modern-dcbhzfkqt

O escritor André Cauduro d’Angelo, no livro Precisar, não precisa, reflete que o novo luxo pode ser representado “por tudo aquilo que não se compra numa loja, como: o tempo, cada vez mais escasso, especialmente nos meios urbanos; a autonomia, traduzida na possibilidade de cada um decidir sua vida; o silêncio e o sossego, tão raros àqueles que habitam as cidades e levam uma rotina de vida frenética; a beleza, cuja oportunidade de contemplação constitui um prazer e um privilégio; o espaço, cada vez mais diminuto nas cidades; o contato com o meio ambiente, também negado aos habitantes das metrópoles; e a segurança”.

Nesse novo cenário em que o conforto está em alta, o home office se apresenta como uma solução diferenciada para os profissionais e para as empresas. Se no passado o crescimento dessa prática poderia ser considerado modesto, atualmente a opção é vista como uma alternativa vantajosa para todos os envolvidos.

Uma pesquisa realizada pela SAP Consultoria, que ouviu 325 empresas brasileiras de diferentes segmentos e portes, destaca que 68% delas já adotam o home office. A análise destacou que essa é uma prática recente no país, pois 80% das companhias aderiram esse modelo de trabalho nos últimos cinco anos. Além disso, 71% dos entrevistados apontam que o formato de trabalho garante um gerenciamento baseado em resultados, no lugar de presença física. Dessa forma, os principais ganhos são: produtividade (54%), aumento da satisfação e engajamento dos colaboradores (85%).

“Enxergo esse movimento como uma ação muito positiva. Ele vai ao encontro dos anseios de muitas pessoas que não aguentam mais o volume de interrupções inúteis geradas no escritório, o trânsito absurdo que enfrentamos na ida e volta ao trabalho ou do tempo perdido em reuniões desnecessárias. No entanto, vale lembrar que trabalhar de casa não é simples, é uma coisa séria, pois exige muitas disciplinas em conjunto a serem tratadas, de questões legais a comportamentais”, ressalta Christian Barbosa, especialista em gestão do tempo e produtividade.

Se o tempo é considerado um dos mais importantes bens de luxo na atualidade, não há como negar que o home office é uma opção absolutamente luxuosa e, mais importante, muito eficaz.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.