A moda é destaque na exposição que resgata a obra de Alfred Hitchcock

O inglês Alfred Hitchcock é muito mais do que um dos principais diretores da história do cinema. Sua ligação com a arte do suspense é tanta que seu nome virou adjetivo e seus filmes estão entre os mais assistidos, debatidos, analisados e copiados de todos os tempos.

Quem quiser conhecer de forma mais aprofundada a obra do cineasta pode conferir até o dia 21 de outubro no Museu da Imagem e do Som de São Paulo a exposição Hitchcock – Bastidores do suspense. Com a curadoria de André Sturm, cineasta e ex-diretor do MIS, a mostra traça um panorama da vida e obra do diretor por meio de uma expografia imersiva e interativa, que tem como conceito levar o visitante a um set de filmagem.

Entre os objetos selecionados pela curadoria estão fotos, manuscritos, storyboards, cartazes e materiais de divulgação dos filmes, como kits de imprensa e lobby cards (fotos de porta de cinema ou cartazetes), matérias de jornais e revistas e diversos outros elementos, além de material audiovisual, como, por exemplo, trechos de filmes do início da carreira do diretor.

Entre os itens em exposição que foram garimpados especialmente para o evento, a moda também está presente através de croquis de figurinos e reproduções de alguns dos trajes icônicos utilizados por personagens destaques na longa filmografia do diretor. Para a experiência ficar completa, é possível realmente caminhar no casarão que é cenário do filme Psicose e sentir o coração bater mais acelerado.

Leave a Reply

Your email address will not be published.