Luxo matinal

01

As mais recentes pesquisas no campo da ciência da nutrição, concluem com cada vez mais certeza algo que nossas avós e mães já sabiam (e diziam) há muito tempo: que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois, o despertar é o momento em que o organismo mais necessita de uma alimentação saudável e balanceada para enfrentar os desafios da vida cotidiana.

Entretanto, se por um lado os estudos demonstram o alto valor do desjejum para iniciar o dia com saúde, por outro, cada vez mais pessoas, especialmente crianças e adolescentes, estão adquirindo o errôneo hábito de não se alimentar corretamente pela manhã, chegando, em muitos casos, a pular por completo essa refeição, negligenciando-a totalmente. Entre as desculpas mais rotineiras, a falta de tempo é a número um.

Mas, o que tem a ver um café da manhã rico em nutrientes, vitaminas e tudo o mais que o organismo precisa para começar bem o dia com o segmento de alto padrão? A resposta pode ser dada em duas palavras: muita coisa.

O luxo, hoje, atravessa uma verdadeira revolução conceitual. É perceptível a transição do luxo ostentatório para o intimista. E nesse cenário, perde espaço o exibicionismo e ganha a sensorialidade. Nas palavras de Giles Lipvetsky “o que vemos hoje é a atração pelo luxo dos sentidos, do prazer e da sensibilidade sentido na intimidade por cada indivíduo e não o luxo exterior, da exibição e da opulência, que visa simplesmente demonstrar status”.

Nessa nova realidade, o aproveitamento do tempo e a maximização da qualidade de vida tornaram-se atributos indissociáveis do luxo contemporâneo e as experiências pessoais, como desfrutar um saboroso e saudável café da manhã, ganham importância.

Assim como todos as experiências do universo premium, o café da manhã também deve ganhar requinte e sofisticação. E isso não diz respeito somente ao valor dos produtos a serem consumidos. Desfrutar de um café da manhã equilibrado, ao lado da família ou da pessoa amada, tendo alimentos frescos e saudáveis é uma experiência que deveria ser vivenciada rotineiramente e não, apenas, quando se está visitando um hotel.

Não existe receita mágica ou milagrosa para um desjejum saudável e nutritivo, mas vale a pena seguir uma regra obrigatória do mundo do luxo: ele precisa dar prazer. Se existe alguma fruta ou proteína que você não goste, substitua por outra sem problema. O Brasil é um país extremamente rico em opções alimentares, dessa forma, alternativas não faltam para se divertir à mesa. Carboidratos também devem ser consumidos, desde que com moderação.

Não tenha medo de arriscar. Nas viagens, descubra sabores escondidos nas fartas mesas matinais. Encante-se com as tapiocas e o queijo coalho comum no nordeste brasileiro; saboreie as deliciosas medialunas argentinas; deixe-se levar pelo sabor único dos famosos pães achatados marroquinos e, nos Estados Unidos, se entregue aos prazeres dos ovos mexidos, bacon e torradas.

Vale lembrar que os exageros devem ser evitados. A moderação é a palavra de ordem em todas as refeições. Uma alimentação balanceada ainda é o melhor caminho para uma boa qualidade de vida. Então, sente-se à mesa e seja feliz – não há luxo maior que a felicidade.

Crédito da imagem: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.