Luxo e glamour sem fim

mo

Mar azul, iates, Rolls- Royces, Ferraris, Porsches, Lamborghinis e outras marcas de carros luxo.Tudo respira luxo, muito luxo! Estamos falando do Principado de Mônaco, que teve início na tomada da fortaleza de Mônaco, em 1297, por François Grimaldi. A partir de então, a casa Grimaldi tem governado o principado, com exceção dos anos de 1793 a 1814, durante os quais Mônaco esteve sob o governo de Napoleão.

O príncipe Albert II reina desde 2005. A melhor época para conhecer Mônaco é no verão europeu. E muitas são as atrações que podem ser encontradas lá. Os cassinos de Mônaco são famosos e exigentes: os homens só podem ingressar no salão de jogos de terno e gravata. Para as mulheres, vestido longo não é uma obrigação, mas os tapetes vermelhos se acostumaram a servir de palco para um desfile de Laboutin, Blahnik, Choo e outras grifes não menos famosas. A residência oficial do príncipe e o Museu Oceanográfico são atrações que valem a pena ser conferidas também.

Para o banho de mar, a praia de Larvotto de areia grossa e muitas pedras é uma boa opção. É a única praia pública do principado, mas oferece a oportunidade do banhista nadar entre peixes. Para as mais ousadas, é possível banhar-se ao sol ou na água em topless, o que, lá, é permitido por lei e a população não olhará com ares de espanto ou censura. Para alcançar esse paraíso o visitante pode optar entre helicóptero, carro, trem ou iate.

O Principado de Mônaco tem 2 km² de área, cerca de 33 mil habitantes e sua moeda é o Euro. Para se comunicar, basta escolher um idioma: o francês é o oficial, mas quem fala inglês, italiano ou monegasco não passará dificuldades.

Se as compras são um dos objetivos do passeio, basta decidir qual grife é a preferida, já que os mais importantes ícones do luxo mundial encontram-se em Mônaco: Hermès, Céline, Christian Dior, Saint Laurent Rive Gauche, Louis Vuitton, Gucci, Chanel e Prada.

CA285LSalle_Europe IMG_2512 img_54291 monaco

Leave a Reply

Your email address will not be published.