A importância da boa alimentação para o bem estar físico e emocional

01

Aumentar a qualidade de vida através de uma alimentação correta e balanceada é um objetivo cada vez mais evidência nos dias de hoje. Entretanto, com a agitação da vida moderna, falta tempo para se dedicar de forma plena aos cuidados alimentares. Abordando esse assunto e a importância de uma boa alimentação para o bem estar físico e emocional, a nutricionista Mariana Marcatto concedeu uma entrevista exclusiva ao Terapia do Luxo. Confira.

Em que momento deve-se buscar a orientação de um nutricionista?

As pessoas normalmente procuram um nutricionista quando querem perder peso ou estão doentes e são encaminhadas por um médico, não é verdade? O profissional nutricionista pode te ajudar a organizar, equilibrar e a individualizar a sua alimentação em qualquer fase da vida, ou seja, desde a gestação até a terceira idade. Independente de qual seja o seu objetivo, como por exemplo, perda de peso, performance, ganho de peso, melhorar o seu hábito alimentar, disposição e bem-estar, compulsão alimentar, colesterol alto, diabetes, hipertensão, entre outros. A atuação desse profissional é fundamental para um melhor resultado. Hoje a nutrição está muito mais acessível e as pessoas muito mais preocupadas com a sua saúde e sua alimentação. Não existe um único momento ou momento certo para ir ao nutricionista. É importante um acompanhamento ou uma avaliação nutricional para avaliar se a sua alimentação está adequada e consequentemente auxiliar na prevenção de doenças e ter uma melhor qualidade de vida.

De forma geral, quais as principais doenças e problemas que você atende no dia a dia?

A maioria dos meus pacientes apresenta sobrepeso, obesidade e as doenças que estão associadas com o excesso de peso, como o diabetes, pressão alta, colesterol alto, resistência à insulina, gordura no fígado, entre outros. Como grande parte dos meus pacientes são mulheres, tenho uma grande parcela que busca melhora na parte estética (celulite, espinhas, unhas, cabelos e flacidez), na compulsão alimentar ou por doces, na constipação intestinal, nos sintomas da TPM ou menopausa, na alteração da composição corporal e orientações mais específicas para a prática de atividade física. Não posso deixar de citar um aumento no número de pessoas que buscam melhorar a sua alimentação buscando qualidade de vida e de pessoas que tentam melhorar a sua relação com a comida.

Como a nutrição correta contribui para o bem estar físico e emocional?

Atualmente vemos um grande número de pessoas que desenvolveram uma má relação com a comida e que ficaram obcecadas pela busca do corpo perfeito. A mídia e as redes sociais cada vez mais impõem um padrão de beleza que não é real e as pessoas tentam se encaixar nesse padrão, fazendo qualquer loucura ou dietas restritivas sem pensar ou medir as consequências disso em longo prazo. O alimento e o ato de se alimentar, infelizmente, se tornaram para algumas pessoas um momento de frustração, tortura, alívio ou tristeza. Nesse momento, buscamos alimentos reconfortantes e que preencham esse vazio, porém normalmente são ricos em gordura, açúcares e proporcionam uma sensação de bem-estar passageira. Não existe fórmula mágica, portanto o caminho é o equilíbrio através da reeducação alimentar e uma melhor relação com a comida. Isso é essencial para o seu bem-estar físico e emocional, ou seja, estabelecer uma relação saudável com a comida é fundamental para se manter feliz com seu corpo e viver bem. Se você comer bem e associar a atividade física e sono adequado, com certeza terá resultados maravilhosos, recuperação da autoestima, melhora do estresse e prazer em comer. Você já parou para pensar como anda a sua relação com a comida? “Comer normal é flexível. Varia conforme sua fome, sua agenda, seu acesso à comida e seus sentimentos”, definiu de forma muito precisa a autora Ellyn Satter.

De acordo com a nutricionista Mariana Marcatto “não existe fórmula mágica, portanto o caminho é o equilíbrio através da reeducação alimentar e uma melhor relação com a comida”.

De acordo com a nutricionista Mariana Marcatto “não existe fórmula mágica, portanto o caminho é o equilíbrio através da reeducação alimentar e uma melhor relação com a comida”.

E para quem pratica esportes, como a boa alimentação pode contribuir positivamente?

A alimentação adequada é fundamental para quem pratica atividade física e ambas caminham lado a lado quando o assunto é qualidade de vida, bem-estar e performance. Quem pratica atividade física precisa de uma alimentação adequada e equilibrada em macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas), fibras, vitaminas, minerais e água.  Uma boa alimentação antes, durante e depois garante uma boa performance, ganho ou manutenção de massa muscular e a utilização de gordura como fonte de energia. Antes do treino: preferir alimentos que dão energia e de digestão mais fácil, como os carboidratos. O tipo e a quantidade vão depender da intensidade, duração do seu treino e quanto tempo antes você tem para se alimentar. Portanto, se não temos muito tempo de comer antes do exercício uma boa opção é fruta, suco de frutas ou pão com geleia 100% fruta. Durante o treino, até 90 minutos de exercício, basta a água. Caso você treine mais do que isso deve fazer uma reposição durante o exercício. Nesse momento precisamos de opções práticas como sachê de carboidratos, mel, isotônicos e frutas secas. Após o treino, preferir o consumo de proteínas de boa qualidade (carne, frango, peixes, ovos ou leguminosas), carboidratos (batata doce, arroz integral, mandioquinha) e vegetais. Vale a pena ressaltar que dependendo do tipo de exercício, nível ou intensidade da atividade física, as quantidades que devem ser ofertadas desses nutrientes são diferentes para cada pessoa e devemos avaliar a necessidade de suplementação. Por isso, é importante uma avaliação nutricional e um plano alimentar individualizado para uma melhor performance e resultados.

Escolher os alimentos para consumir todos os dias não é tarefa fácil. Dessa forma, quais as dicas que você pode dar como profissional para aqueles que procuram uma alimentação que harmonize os prazeres da gastronomia sem excessos e com saúde?

A dica é: coma comida de verdade. Em outras palavras, descasque mais e desembale menos. Diminua os industrializados, empacotados, processados, embutidos, açúcar refinado, farinha branca e gorduras ruins. Se você quer comer melhor, não tem jeito, precisa ir para a cozinha ou arrume opções mais prática como os congelados saudáveis para te ajudar, se for o caso. Na cozinha, use a sua imaginação nas combinações, busque receitas saudáveis e saia da rotina. Ou seja, não coma sempre a mesma coisa. O segredo é inovar. Você pode também preparar a sua comida no final de semana e deixar congelada para a semana toda. Veja algumas dicas para te ajudar a escolher melhor os alimentos do dia a dia: aumente gorduras boas como as castanhas, amêndoas, nozes, azeite de oliva, abacate e peixes mais gordurosos (salmão, atum); reduza o consumo de carne vermelha e priorize o consumo de proteínas assadas, grelhadas ou cozidas como frango, peixe, ovos e leguminosas; priorize o consumo de cereais integrais (arroz integral, aveia, centeio, quinoa, amaranto, milho), raízes e tubérculos (batata doce, batata inglesa com casca, mandioca, mandioquinha e inhame); diminua o consumo de açúcares e adoçantes; procure se acostumar com o sabor real do alimento; aumente o consumo de frutas, verduras e legumes. Você vai aumentar o seu consumo de fibras e fitoquímicos. Prefira os orgânicos, quando possível; utilize temperos naturais como ervas e especiarias para melhorar o sabor, o aroma e o valor nutricional da sua refeição. No meu Instagram (@mari.marcatto) e na minha pagina do Facebook (Nutricionista Mariana Marcatto) sempre coloco diversas dicas sobre alimentos e receitas diferentes. Você pode me seguir e fazer as receitas de lá. Caso você faça, adoro receber a foto depois.

Crédito das imagens: Reprodução e Arquivo Pessoal Mariana Marcatto.

2 Responses

  1. jugos10.net

    Buenas

    Estuve leyendo tu articulo y hay muchas informacion que no conocia
    que me has enseñado, esta genial.. te queria agradecer
    el tiempo que dedicaste, con unas infinitas gracias, por
    preparar a gente como yo jajaja.

    Besos

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.