Gastronomia brasileira tipo exportação

01

Na próxima quarta-feira, dia 5 de abril, a revista britânica The Restaurant publicará a sua tradicional relação dos 50 estabelecimentos gastronômicos mais prestigiados do mundo. O evento de divulgação ocorrerá no Royal Exhibition Building, em Melbourne, na Austrália, e pela primeira vez será realizado fora da capital inglesa.

Se a expectativa para descobrir quais os restaurantes e chefs que fazem parte da tão refinada seleção é grande, a gastronomia brasileira pode comemorar, já que na semana passada foi revelada a segunda metade da lista, com os restaurantes que apareceram entre a 50ª e a 100ª posição.

02

E, para a felicidade dos amantes da boa mesa no Brasil, três restaurantes nacionais se destacaram na relação. O Olympe, comandado por Thomas Troisgros, aparece na 100ª colocação; o Maní, da chef Helena Rizzo surge na 81º posição e no 76º lugar está o Lasai, do chef Rafa Costa e Silva.

A publicação ainda destacou a brilhante carreira do chef Heston Blumenthal com a premiação Life Achievement Award, que ressalta o conjunto da obra de um dos pioneiros da chamada cozinha sensorial.

A reconhecimento dado aos restaurantes brasileiros, de certa forma, vem confirmar uma realidade constatada cotidianamente nas principais cidades do país: a gastronomia brasileira é, realmente, tipo exportação.

Crédito das imagens: Reprodução Instagram Olympe.

Leave a Reply

Your email address will not be published.