Dois tons de luxo

1

O preto dá um toque de sofisticação ao espaço, porém se não for usado adequadamente pode sobrecarregar o ambiente. Uma das formas é mesclar a cor com o branco, traduzindo em uma decoração clássica, casual ou contemporânea, tornando-se perfeita para acolher outras cores mais fortes.

De acordo com a arquiteta e designer de interiores Fernanda Hoffmann é importante “analisar o espaço e decidir qual estilo seguir: contemporâneo, casual, clássico, minimalista com linhas precisas de branco e preto, entre outras opções. Aposte em traços arquitetônicos, detalhes e formas originais. Mobílias com design futurista, papel de parede com textura nessas cores, azulejos irreverentes, mistura de padrões, tudo isso contribui para tornar a decoração menos monótona. O importante é encontrar um equilíbrio e apostar em peças lisas, que podem ser facilmente incorporadas em outro momento a outros ambientes”, aposta Fernanda.

2

Criatividade é um ponto alto para inovar na decoração e aproveitar objetos antigos. O preto ou branco podem ser usados para dar vida a prateleiras, móvel, abajures, puxadores de armários, portas e paredes.

Incluir uma terceira cor pode causar um impacto mais forte na decoração, mas, preste bastante atenção: o preto pode diminuir ainda mais o espaço. Para evitar isso, uma boa ideia é procurar contrastes e harmonizar o ambiente através de diversos dos materiais.

3

 “Outro ponto importante é a iluminação, que pode acender o preto. Caso o ambiente não seja privilegiado com luz natural, é preciso intensificar a iluminação artificial para não tornar o ambiente muito escuro, analisando qual tipo de lâmpada é ideal para cada caso”, finaliza Fernanda.

Crédito das imagens: Reprodução.

Leave a Reply

Your email address will not be published.