Dicas de Londres pelo piloto de F3 Guilherme Samaia

Preste atenção neste nome: Guilherme Samaia. O piloto paulistano de automobilismo brasileiro Guilherme Samaia é um dos maiores talentos das pistas mundiais, reside em Londres desde o começo de 2017 e arrasou com excelentes dicas da metrópole para a coluna. Se você é, assim como eu, apaixonado pela capital inglesa, preste atenção nos hostpsots indicados pelo jovem campeão.

Confira na coluna de Pedro Hering Bell uma entrevista com o piloto Guilherme Samaia

Confira a entrevista com o piloto Guilherme Samaia

Guilherme tem 21 anos, mora na exclusiva região de Belgravia e é apaixonado por carros e motos desde pequeno. O ronco dos motores sempre chamou a atenção do garoto e os melhores presentes que tem lembrança da infância são todos ligados à ação e velocidade, como carrinhos de controle remoto e mini bugies.

Guilherme tem 21 anos, mora em Belgravia, treina muito e também frequenta os melhores restaurantes

Guilherme tem 21 anos, mora em Belgravia, treina muito e também frequenta os melhores restaurantes

Aos 9 anos, ele sentiu pela primeira vez a emoção de estar literalmente dentro de um carro de corrida. Foi quando foi com a família assistir o pai (Claudio Samaia) andar de kart em uma corrida indoor. Ficou fascinado e pediu para andar também.

Com o passar dos anos, o interesse foi crescendo e as visitas ao kartódromo se tornaram frequentes. O primeiro campeonato veio em 2009, quando Guilherme disputou o certame paulista e venceu. Em 2012, aos 13 anos, já correndo na categoria Shifter Junior (em que o kart tem marchas e um motor de até 58cv), terminou a temporada em primeiro lugar. No ano seguinte, conquistou o bicampeonato. O que antes era encarado como hobby foi ficando cada vez mais sério.

Em 2015, prestes a completar 18 anos, convenceu os pais a ganhar de presente um campeonato de Fórmula 3 Light. Ele sabia que podia vencer e venceu. Foram oito corridas de 16 em primeiro lugar, dois segundo lugares e dois terceiro lugares. Liderou 15 corridas e estabeleceu quatro voltas mais rápidas.

Em 2016 estreou na Fórmula 3 A. Precisou passar por grandes adaptações pela diferença entre carros da Light e da A (peso, aerodinâmica e uma série de diferenças que eram novidades), mas se deu muito bem. Só que dessa vez o carro não ajudou e depois de uma série de problemas que lhe custaram a primeira posição, acabou a temporada como vice-campeão.

Este ano de 2017, continua na Fórmula 3 A e participa também da Fórmula 3 inglesa. Hoje, Guilherme mora em Londres, onde treina quase que diariamente para somar experiência em pista e competição. Vem ao Brasil mensalmente para disputar o campeonato de F3 A e volta para o campeonato de F3 na Inglaterra. O piloto ainda tem a sua disposição uma equipe de profissionais responsáveis pelos cuidados com sua alimentação, treinamento e mente. Ladies and gentlemen, com vocês, Guilherme Samaia.

Guilherme subindo mais uma vez em primeiro lugar no podium

Guilherme subindo mais uma vez em primeiro lugar no podium

Há quanto tempo você mora em Londres?

Desde o começo de 2017.

Porque escolheu Londres para treinar F3?

Escolhi Londres pois participei do campeonato inglês de F3, e Londres é uma cidade muito boa e perto da equipe na qual fazia parte.

Em qual área da cidade você mora e por que escolheu esta região?

Moro numa área chamada Belgravia. É bem tranquila, cheia de coisas legal e perto do Hyde Park que é um parque que vou muito treinar.

Como é sua rotina diária de treinamento, você também costuma passear na cidade?

Quando estou em Londres entre corridas, meu dia a dia é feito de treinos na parte da manhã e à tarde. Costumo passear pela cidade quando estou com amigos.

Quais restaurantes você costuma frequentar? Alguma sugestão super cool?

Frequento muitos restaurantes Japones; Nobu, Sexy Fish, Zuma e Buddah Bar são uns que frequento bastante, são bem legais

O bar do Nobu Soreditch, um dos restaurantes preferidos do brasileiro em Londres

O bar do Nobu Soreditch, um dos restaurantes preferidos do brasileiro em Londres

Minimalismo cool no Nobu Soreditch

Minimalismo cool no Nobu Soreditch

Bar do Sexy Fish, outro hotspot da capital do Reino Unido - James McDonald

Bar do Sexy Fish, outro hotspot da capital do Reino Unido

Sereia de Damien Hirst no _very artsy_ bar e restaurante Sexy Fish

Sereia de Damien Hirst no “very artsy” bar e restaurante Sexy Fish

 Nada menos que um crocodilo de Frank Gehry em uma parede do Sexy Fish

Nada menos que um crocodilo de Frank Gehry em uma parede do Sexy Fish

Salão do Zuma London

Salão do Zuma London

Qual hotel em Londres você sugeriria para um amigo que pedisse uma dica de hospedagem na cidade?

Depende onde ele quer ficar localizado, Londres tem muitos hotéis bons e de estilos diferentes, uns mais clássicos outros mais modernos. Mais clássicos: Claridge’s e The Dorchester, aonde minha família costumava se hospedar antes de ter a casa, e mais moderno o The Hari.

Fachada do The Dorchester, em Mayfair

Fachada do The Dorchester, em Mayfair

A sala de estar da Harlequin Penthouse do The Dorchester

A sala de estar da Harlequin Penthouse do The Dorchester

Sala de Relaxamento do Spa do The Dorchester

Sala de Relaxamento do Spa do The Dorchester

O moderno The Hari é um dos preferidos da família Samaia em Londres

O moderno The Hari é um dos preferidos da família Samaia em Londres

A biblioteca do The Hari

A biblioteca do The Hari

Interior de um dos quartos do The Hari

Sala de banho de banho do novo The Hari, em Belgravia

Devido ao esporte, você precisa manter a forma. Para isso você costuma malhar? Qual sua academia preferida em Londres e quais tipos de treino pratica?

Não conheço tantas academias em Londres para dizer qual é a minha preferida, mas busco procurar uma academia com os aparelhos que eu preciso para o meu tipo de treino, que utiliza bastante o peso do corpo

Dê dica de um programa super exclusivo na cidade.

Como minha profissão exige muito do meu físico, ando bem tranquilo em relação aos programas mais noturnos, porém posso dizer que Londres é uma cidade bem fechada, precisa ser bem relacionado para frequentar os lugares mais legais.

Queremos saber sobre seu Lifestyle. Você acompanha a moda? Quais estilistas ou marcas você prefere?

Não tenho preferência e não costumo acompanhar muito a moda. Levo um estilo bem “sport”, sempre jeans e camiseta.

O que é o supra-sumo do luxo para você?

As ruas no centro de Londres aos domingos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.